+34 965 555 310 info@design-bags.com
| Companhia
Fechar

Cuidar do planeta com um comércio justo

Não existe um plano B ou melhor dizendo não existe um planeta B, somente temos este e não o estamos a tratar bem. Devemos ser conscientes da necessidade de cuidar o nosso ambiente produzindo e comprando produtos responsáveis para com o meio ambiente. Como podemos levar a cabo esta tarefa tão importante? Podemos começar por cuidar do planeta com um comércio justo, porque o futuro dele só depende de nós.

Todos sabemos o que significa alteração climática e quais são consequências que sofrerá o planeta se não começamos a pôr travão à contaminação que geramos. Mas sabemos que acções concretas podemos ter para proteger o meio ambiente? O comércio justo trata precisamente disto, de mudar a nossa percepção sobre como estamos a tratar o mundo que nos rodeia e como podemos mudá-lo.

Para que tenham uma ideia, cada ano lançamos uns 6.000 milhões de kilos de lixo para os oceanos, na sua maior parte plásticos. O que directamente se traduz na morte de mais de 1 milhão de aves, 100.000 mamíferos e infinidade de peixes e crustáceos. De verdade acreditam que não podemos travar isto? Claro que podemos! Começando por controlar tudo aquilo que descartamos pela sanita, o tipo de máquina de loiça que usamos, reciclar em nossa casa e comprar roupa ou outros produtos feitos com materiais reciclados, reutilizados, ecológicos ou de comércio justo.

Além disso, o comércio justo não só olha pelo meio ambiente, como também pela justiça social e a luta contra as desigualdades. Apoia as condições de vida e de trabalho dignas. Portanto, os produtos deste tipo de comércio devem cumprir 5 regras básicas reconhecidas pela Organização Mundial do Comércio Justo que mostramos a seguir.

As 5 regras básicas do comércio justo

1. Maior número de oportunidade para os produtores em desvantagem económica. O comércio justo na sua luta contra a pobreza apoia os produtores mais pequenos, marginalizados nos seus lugares de origem e luta para que estes sejam autosuficientes.

2. Um comércio baseado na justiça. Para o comércio justo não existe nenhuma superioridade de nenhuma forma. Todos somos iguais e as nossas capacidades e oportunidades devem ser similares. Por isso, estimula a que compremos produtos de estos pequenos artesãos e agricultores para assim evitar a concorrência desleal. Desta forma, optamos por uma opção que não é a dos grandes patrimónios que movem as grandes multinacionais.

3. Um preço razoável. O artesão não tem que ser mais caro. Nem o ecológico, nem os produtos de comércio justo focados a cuidar do planeta. Este tipo de comércio defende um preço razoável que possa cobrir os gastos dos produtores e além disso, como é lógico, que obtenham lucro para viver dele. Um preço que não discrimine nenhum género. Todos somos iguais.

4. Não à exploração. Este tipo de comércio luta contra essa falsa superioridade que explora as populações para que produzam mais por menos dinheiro. Assim, é contrário ao trabalho forçado, os abusos, a exploração e, claro também, o trabalho infantil. Portanto, todos os produtos de comércio justo foram produzidos do princípio ao fim respeitando os direitos dos trabalhadores.

5. O amor pelo meio ambiente. Como já indicado anteriormente, comprar produtos de comércio justo é apostar por produtos de qualidade, pelos direitos dos trabalhadores e por processos de produção mais responsáveis para o meio ambiente. Dito isto, estes produtos fabricam-se tendo em conta estes factores: não contaminar, minimizar o CO2 e reduzir o gasto energético.

Felizmente, a consciencialização da população para o meio ambiente segue em crescendo. Segundo dados da OMC, a primeira loja de comércio justo do mundo abriu em 1969 e actualmente só na Europa já há mais de 3.000 lojas catalogadas como tal. Não dúvide, adira ao comércio justo. Em Design Bags já apostamos por esta iniciativa. Pode ver todos os nossos produtos de comércio justo no nosso catálogo online. São ideais para oferecer nos seus eventos!

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies